segunda-feira, 26 de novembro de 2012

BISPO DA IURD LIGADO AO MENSALÃO


O Mensalão está nas manchetes, e um dos nomes envolvidos é o de Carlos Alberto Rodrigues Pinto, mais conhecido como Bispo Rodrigues, um dos fundadores da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD).
No julgamento do Mensalão, Rodrigues está sendo acusado de lavagem ou ocultação de dinheiro e corrupção passiva. Segundo a acusação, ele havia recebido R$ 150 mil nas eleições de 2002 para pagar despesas da campanha presidencial de Lula no Rio.
Foi uma reviravolta e tanto na vida do bispo.
No início da década de 1980, era comum ver o rosto dele colado à figura do Bispo Edir Macedo em seu programa de entrevistas na televisão. O programa apresentava geralmente pais e mães de santo dando testemunho das trevas que são a bruxaria e como Jesus Cristo havia feito uma grande diferença na vida deles.
Anos mais tarde, porém, tudo mudou — ou, pior, tudo “imundou”. Em vez de ajudar os possessos, Rodrigues começou a se aliar a eles.
Antes da eleição de Lula em 2002, o Bispo Rodrigues fazia peregrinações no meio das lideranças evangélicas, proclamando:“Temos a obrigação de entrar de cabeça na campanha do Lula… Por isso vamos adotar uma nova forma de fazer política. Trata-se do socialismo de resultados”.
Ele se tornou um evangélico progressista — rótulo que tem o mesmo significado de esquerdista, marxista ou socialista.
A mudança de Rodrigues foi radical, e ele deu provas disso, chegando ao ponto de pedir perdão a Lula pelos anos de oposição que a IURD lhe havia feito.
Em 2003, ele cometeu outro erro fatal: pediu perdão aos adeptos do candomblé no plenário do Congresso Nacional por toda a “oposição” que a IURD lhes havia feito. No mesmo ano, ele caiu de sua posição de deputado federal e, embora seja hoje um “empresário de telecomunicações”, seu nome está envolvido na mesma sujeira de corrupção em que está o PT.
O nome de Edir Macedo não aparece no escândalo do Mensalão. Mas aparece no escândalo do aborto — cuja legalização é meta obsessiva do PT.
O que será de Rodrigues e Macedo no Grande Dia?
Será o que Jesus diz:
“Nem todo aquele que diz a mim: ‘Senhor, Senhor!’ entrará no Reino dos céus, mas somente o que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus. Muitos dirão a mim naquele dia: ‘Senhor, Senhor! Não temos nós profetizado em teu nome? Em teu nome não expulsamos demônios? E, em teu nome, não realizamos muitos milagres?’ Então lhes declararei: Nunca os conheci. Afastai-vos da minha presença, vós que praticais o mal”. (Mateus 7:21-23 KJA)
Se naquele grande dia forem honestos, os dois fundadores da IURD dirão:
“Senhor, Senhor! Não levamos, em teu nome, o teu povo até o PT? Em teu nome não apoiamos Lula e outros possessos? E, em teu nome, não apoiamos o aborto?”
Claro que, na fila da condenação do Julgamento celestial, a dupla iurdiana terá de aguardar na fila junto com Caio Fábio e seus escândalos financeiros. E junto também com o Bispo Manoel Ferreira, presidente da Convenção das Assembleias de Deus (Ministério da Madureira) e seus escândalos financeiros. E também junto com outros grandes líderes evangélicos comedores de lentilha petista.
Por causa de suas conexões influentes, Rodrigues, Macedo, Caio Fábio e Manoel Ferreira podem escapar do julgamento humano. Mas do Julgamento celestial ninguém escapa.
Aliás, será que já não estamos vendo um prenúncio do Grande Juízo sobre eles? Ou será mera coincidência que os grandes nomes evangélicos que ajudaram a esquerda no Brasil tiveram quedas e fins amargos?
Será coincidência que, depois de encontros com Lula no início da década de 1990 e seu esforço para aproximar os evangélicos de Lula e do PT, Caio Fábio, que outrora foi como um poderoso papa presbiteriano, tenha sido atingido por escândalos sexuais e financeiros que o derrubaram de seu trono no final da década de 1990?
Será coincidência que o Bispo Rodrigues, que pediu perdão a Lula e aos adeptos do candomblé, tenha se tornado um poderoso chefão evangélico, subsequentemente sendo derrubado por um estrondoso escândalo político e financeiro?
Será coincidência que o Bispo Manoel Ferreira, que foi o maior garoto propaganda de Dilma Rousseff entre evangélicos na eleição presidencial de 2010, tenha se envolvido em grandes escândalos financeiros e uma infame ligação com o falso messias Rev. Moon?
Todos eles traíram o Senhor Jesus Cristo em troca de um prato de lentilha petista e esquerdista.
Será mesmo mera coincidência todos os escândalos, tragédias e quedas que lhes sobrevieram?
http://www.cacp.org.br/bispo-da-iurd-ligado-ao-mensalao/

Nenhum comentário: