domingo, 18 de março de 2012

CRISTO A AUTORIDADE DO CORPO.

Jesus, aproximando-se, falou-lhes, dizendo: Toda a autoridade me foi dada no céu e na terra. Mateus 28:18. Diante desse texto da Palavra de Deus está muito claro para nós que toda a autoridade da igreja está em Cristo e é o próprio Cristo. A Bíblia nos diz enfaticamente que Cristo é a Cabeça. Um dia Deus fará todas as coisas do universo serem encabeçadas em Cristo. Hoje o universo ainda não está sob o encabeçamento de Cristo, e tudo está em confusão. Mas um dia Deus colocará todas as coisas sob o encabeçamento de Cristo. Deus ordenou que Cristo exercesse o encabeçamento de todas as coisas, mas hoje esse encabeçamento deve ser exercido primeiramente na igreja, e, então, por meio da igreja, será exercido sobre todas as coisas. A igreja é o meio para Deus ampliar Cristo, e essa ampliação prosseguirá até encher todo o universo. A igreja é a plenitude daquele que a tudo enche. Vamos ler Efésios 1:22-23 E pôs todas as coisas debaixo dos pés, e para ser o cabeça sobre todas as coisas, o deu à igreja, a qual é o seu corpo, a plenitude daquele que a tudo enche em todas as coisas. Se o encabeçamento de Cristo não se realizar na igreja, não poderá realizar-se no universo. Que significa Cristo ser a Cabeça da igreja e a igreja ser o Corpo de Cristo? Significa que toda autoridade está em Cristo. Toda autoridade está Nele porque toda vida está Nele. Todo o Corpo é consumado Nele; Ele é o manancial de vida do Corpo. O Corpo não tem vida em si mesmo. E o testemunho é este: que Deus nos deu a vida eterna; e esta vida está no seu Filho. 1 João 5:11. Não possuímos a vida como vida; somente possuindo o Filho é que temos vida. Um cristão recebe sua vida do Senhor. Contudo, essa vida jamais pode ser separada do Senhor. Um cristão não se relaciona apenas com a vida. Por estar relacionado com essa vida, a nova criatura está relacionada com o Filho de Deus. Essa vida nos torna membros do Corpo de Cristo. Esse relacionamento de vida descarta a possibilidade de estarmos separados da Cabeça, porque nossa vida provém da Cabeça. O fluir de vida em nós depende continuamente do relacionamento com o Filho. Assim que surge uma obstrução na comunhão com Ele, a vida em nós é bloqueada. Ele é a Cabeça do Corpo, e a vida pode fluir livremente para nós apenas quando Ele tem o controle total. A força da nossa existência vem de Cristo. É por isso que não podemos fazer nada de maneira independente. Somente o Senhor é a nossa Cabeça, e somente Ele tem a autoridade para dirigir o mover dos membros do Corpo. Nesta era de ilegalidade e corrupção, uma palavra sobre a necessidade de submeter-se à autoridade não é bem recebida; mas se queremos entender a vida do Corpo e entrar nela, devemos conhecer a autoridade da Cabeça. Eu sou a videira, vós, os ramos. Quem permanece em mim, e eu, nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer. João 15:5. As nossas mãos não podem fazer coisa alguma sem a direção da cabeça. A cabeça deve comandar para que os membros se mexam. Cristo é a vida e também a autoridade no Corpo. Cada movimento dos membros deve estar sob a direção da Cabeça. O fato de Cristo ser a Cabeça significa que Ele tem autoridade no Corpo. Nós não somos a Cabeça, não temos autoridade. A única coisa que devemos fazer é submeter-nos à autoridade do Senhor. Precisamos perceber que se vamos ser membros do Corpo não podemos ser a Cabeça. Não podemos dar ordens, fazer escolhas ou mesmo ter desejos. A Bíblia diz que devemos seguir o Senhor. Que significa seguir o Senhor? Significa ir atrás de, ir ao encalço de, perseguir. O Senhor é quem decide que caminho tomar. Não temos nenhuma base para escolha própria. A única tarefa do Corpo para com a Cabeça é obediência e submissão sem nenhuma opinião, idéia ou proposta. Ou então esse texto da Palavra de Deus perde todo sentido para nós: 2 Coríntios 5:14-15 Pois o amor de Cristo nos constrange, julgando nós isto: um morreu por todos; logo, todos morreram. E ele morreu por todos, para que os que vivem não vivam mais para si mesmos, mas para aquele que por eles morreu e ressuscitou. No Corpo de Cristo, não vale a idéia ou proposta de ninguém individualmente; tudo isso tem de ser jogado fora. Devemos submeter-nos apenas à autoridade da Cabeça. Devemos ouvir apenas o Seu comando e fazer o que Ele diz. Aceitar Cristo como Cabeça implica repudiar todas as outras cabeças. Somente Cristo é a Cabeça do Corpo; ninguém mais pode sê-lo. Você não pode ser a cabeça, e nenhum membro na igreja o pode, porque só pode haver uma cabeça no Corpo; não pode haver duas. Somente Cristo é a Cabeça. Portanto, todos têm de obedecer a Cristo. Hoje em dia vemos muitos métodos e ordenanças humanos abundando na igreja. Que erro grave! Planos e decisões humanos são contra o encabeçamento de Cristo. Se Cristo é minha Cabeça, eu não ousaria agradar a mim mesmo ou aos outros; devo procurar agradar somente a Ele. Esteja absolutamente certa, pois, toda a casa de Israel de que a este Jesus, que vós crucificastes, Deus o fez Senhor e Cristo. Atos 2:36. Note que Deus não O fez Salvador, mas Senhor. Paulo primeiramente viu Cristo como Senhor, e então como Salvador. Quando ele foi detido na estrada para Damasco, sua primeira pergunta foi: “Quem és tu, Senhor?” Somente Cristo é Cabeça na igreja; não há outra. Se desejamos viver o Corpo de Cristo, temos de nos submeter à autoridade do Senhor Jesus. Uma vez que alguém percebe que é membro no Corpo, certamente terá um sentimento de submissão, porque a submissão é uma lei no Corpo. Porque está escrito: Pela minha vida, diz o Senhor, todo joelho se dobrará diante de mim, e toda língua confessará a Deus. Romanos 14:11. Como Cristo é a Cabeça do Corpo, temos de reter a Cabeça. Reter a Cabeça é reconhecer que somente Cristo é a Cabeça; é estar totalmente sob Sua autoridade. Somente podemos estar unidos aos irmãos quando retemos a Cabeça. Os membros do Corpo são encaixados e capacitados a viver a vida do Corpo retendo a Cabeça. O relacionamento com a Cabeça determina o relacionamento com os outros membros. Todas as questões a respeito do relacionamento com os irmãos só podem ser resolvidas quando nos colocamos sob a autoridade absoluta do Senhor. Se não reconhecermos o encabeçamento de Cristo no Corpo, jamais teremos comunhão perfeita com os outros membros, porque é o relacionamento normal com Ele que nos leva a nos relacionar com os outros. Podemos ser diferentes exteriormente, mas o Cristo que está em nós é o mesmo. É por isso que podemos ter comunhão uns com os outros e ser um. Gálatas 3:28 Dessarte, não pode haver judeu nem grego; nem escravo nem liberto; nem homem nem mulher; porque todos vós sois um em Cristo Jesus. Quando Paulo esta dizendo todos, esses todos se referem aqueles que tiveram uma experiência individual com Cristo em sua morte e ressurreição juntamente com Ele. Quando cremos neste fato glorioso da Palavra de Deus, então somos introduzidos no Corpo de Cristo a vida da igreja e a partir daí estamos debaixo do Seu governo. Se Cristo é Senhor, então devemos ser governados pela Cabeça. O governo pertence a Ele. Jamais nos esqueçamos disso: Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu; o governo está sobre os seus ombros; e o seu nome será: Maravilhoso Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz. Isaías 9:6. Por isso é fundamental que retenhamos a Cabeça, recebendo todo o direcionamento Dele e fazendo tudo como se fosse para Ele, não precisamos preocupar-nos com as conseqüências. Quando retemos a Cabeça, não podemos ter várias interpretações da Escritura. As diferenças surgem quando alguém não retém a Cabeça, porque Cristo não pode dizer uma coisa para uma pessoa e outra coisa para outra. Se surgirem diferenças, não devemos tentar resolvê-las pela discussão; antes, devemos apenas reconhecer Cristo como a Cabeça. Na igreja, todos devemos reter a Cabeça, quer seja uma questão de entendimento da verdade, de negócios ou qualquer outra questão. Cristo é a única autoridade no Corpo. O papel de todos os membros é reter a Cabeça e reconhecê-Lo como a autoridade única e suprema em todas as coisas. Se deixarmos a cruz eliminar a nossa vida natural, não encontraremos dificuldade no relacionamento com os demais membros do Corpo, porque a vida de Cristo se manifestará. Trazendo sempre por toda parte a mortificação do Senhor Jesus no nosso corpo, para que a vida de Jesus se manifeste também em nossos corpos. 2 Coríntios 4:10. Amém. DEUS TE ABENÇOE - GRAÇA E PAZ. Autor: Pastor Claudio Morandi.

Nenhum comentário: