quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

SE VOCÊ É FILHO DE DEUS,TRATE DE IMITÁ-LO.

Se Você é Filho de Deus, Trate de Imitá-lo
(Resumo)
TEXTO BÁSICO: Ef 5.1: “Sede imitadores de Deus, como filhos amados”.

INTRODUÇÃO: Deus é nosso Pai, e como seus filhos temos de imitá-lo.
Eis algumas coisas importantes que, como filhos dEle, devemos imitar:

1-DEUS É UM DEUS DE PROJETOS (Ap 13.8). Ele nunca realizou nada de improviso. O plano da salvação já estava traçado antes mesmo de o homem nascer (Ap 13.8). Portanto, se somos filhos de Deus, devemos imitá-lo traçando projetos para nossa vida, nossa família, para o Reino de Deus.

2-DEUS É UM DEUS DE ORGANIZAÇÃO (1Co 14.33)

PRINCÍPIOS ORGANIZACIONAIS DE DEUS
2.1- Deus trabalha com prioridades
Ele demonstrou isto na seqüência da Criação, criando, em primeiro lugar, os elementos que iam ser necessários aos elementos que Ele criaria a seguir. PORTANTO, devemos estabelecer prioridades em nossa vida, realizando aquilo que é fundamental antes daquilo que é secundário.

2.2- Deus trabalha com preparação
Em Gênesis 3.15 já está registrada a primeira profecia anunciando o nascimento do Salvador da humanidade. Deus usou 45 capítulos de sua Palavra só para preparar o povo para a peregrinação no deserto (Ex 33 até Nm 10).
PORTANTO, jamais devemos fazer nada de improviso, de qualquer maneira.

2.3. Deus trabalha com ordem
Deus é inimigo da desordem, da bagunça (1 Co 14.40).
PORTANTO, tudo o que fizermos devemos fazer de maneira organizada, ordenada, seqüencial.

2.4. Deus trabalha com estruturas
Ou seja, Deus respeita hierarquias, estabelece estruturas por essas serem elementos de sustentação. PORTANTO, devemos estabelecer estruturas que possam sustentar nossos empreendimentos, nossas ações. Devemos reconhecê-las e respeitá-las.

2.5: Deus trabalha com execução
Tudo o que ele projetou, executou. Não deixou nada pela metade, no meio do caminho.

PORTANTO, devemos planejar e executar o que planejarmos.

3-DEUS É UM DEUS QUE EXIGE PADRÃO DE QUALIDADE (Mt 5.48)
Tudo na criação de Deus reflete um alto grau de perfeição, de exigência.
PORTANTO, tudo o que fizermos, devemos fazer da melhor maneira possível, pois se somos filhos de Deus, temos que imitá-lo.

4-DEUS TRABALHA EM ORDEM CRESCENTE
Ele começa com uma pequena quantidade, para alcançar uma grande quantidade. Um casal transformou-se nos bilhões de seres humanos de hoje, Abraão deu início aos milhões de judeus existentes atualmente no mundo.
PORTANTO, também devemos começar com paciência e perseverança, nas desprezando as coisas pequenas (Zc 4.10).

5-DEUS É ESPECIALISTA EM TRANSFORMAR CAOS EM BÊNÇÃO.
Do caos Ele tira a ordem, a perfeição, a bênção.
PORTANTO, como filhos de Deus, devemos transformar em bênção o caos que pode estar existindo em torno da nossa família, em nosso ambiente de trabalho, etc.

6-DEUS, O NOSSO PAI, É UM DEUS DE CARÁTER.
QUATRO MARCAS DO CARÁTER DE DEUS

DEUS É:
a- AMOR (1 Jo 4.8)
Debaixo do guarda-chuva do amor de Deus estão mais três marcas do Seu caráter:

b-PERDÃO (perdoar é cancelar a dívida)
c-MISERICÓRDIA (é lançar os méritos do perdoador sobre o perdoado)
d-COMPAIXÃO (compadecer-se é ficar no lugar do outro)

DEUS É JUSTO.
Ser justo é ser íntegro, honesto. Devemos seguir essa marca do caráter de Deus.
DEUS É VERDADEIRO.
A única paternidade que a Bíblia dá ao diabo é a da mentira (Jo 8.44).
Portanto, se somos filhos de Deus, jamais incluiremos a filha de Satanás em nossas ações.
DEUS É SANTO.
Ser santo não é só deixar de pecar, mas sim fazer oposição ao pecado.

RECEITA PARA SER SANTO
1-Quem quer ser santo deve:

a)Orar (1Tm 4.5)
b) Mergulhar na leitura da Palavra (João 1.17)
c)Segundo 3.1-10: Buscar as coisas que são de cima, pensar em Deus, mortificar a carne, despojar-se do velho homem, e revestir-se segundo a imagem daquele que nos criou.
Estraido do site:www.silasmalafaia.com.br
Pr Silas Malafaia.
A Deus toda a Honra e Glória.

A IMPORTÂNCIA DE SER CHEIO DO ESPÍRITO SANTO.

Podemos escolher diversas maneiras para seguir a nossa vida, mas a melhor delas é viver de forma abundante com o poder de Deus. E o segredo para alcançar esta bênção está na admoestação do apóstolo Paulo, feita em Efésios 5.18: E não vos embriagueis com vinho, em que há contenda, mas enchei-vos do Espírito (Ef 5.18).
Após Jesus entregar Sua vida na cruz do Calvário para a redenção da humanidade, Ele ressuscitou e apareceu para os discípulos, comissinou-os a pregar as boas-novas de salvação e enviou o Espírito Santo, o Consolador, para que não ficassem órfãos nem desamparados após Ele ter voltado para junto do Pai.
Contudo, muitos cristãos não aproveitam está bênção para trilhar um caminho reto e triunfante na presença do Senhor. Preferem agir sob os próprios impulsos e esforços, achando que ser cheio do Espírito Santo é apenas confessar o nome de Jesus como único e suficiente Salvador.
É preciso muito mais que isso para ser cheio da presença do Espírito de Deus. Não basta falar em línguas estranhas ou freqüentar os cultos semanalmente. O Senhor espera mais de cada um de nós para revestir-nos com seu poder. Ele deseja que nos tornemos semelhantes a Cristo em nossa maneira de pensar, sentir, falar e agir .
Isto é um processo contínuo, um exercício diário, que visa à santificação e ao crescimento espiritual. Todos os dias somos chamados a despir-nos dos velhos hábitos e assumir a posição de novas criaturas, de filhos de Deus, tendo Jesus como referencial. Só que não podemos fazer isso pelo nosso próprio conhecimento ou poder. Dependemos do agir do Espírito Santo para alcançar este propósito, porque só aqueles que querem ter uma vida sob o controle de Deus é que alcançam as promessas do Senhor em sua totalidade. É hora de ser cheio do Espírito Santo.
Deus, em cumprimento à Sua promessa em Joel 2.28,29 e em Ezequiel 36.26,27, enviou Seu Espírito para habitar em cada pessoa que aceitou Cristo como seu Salvador e Senhor (ver Atos 1.8; 2.1-11). É pela ação do Espírito Santo que o homem é convencido de pecado, de justiça e de juízo, arrepende-se e é santificado, produzindo o fruto do Espírito —que é amor, alegria, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fidelidade, mansidão, domínio próprio (Gálatas 5.22,23 ARA) e recebendo dons espirituais e ministeriais, para o crescimento e a edificação dos membros do Corpo de Cristo.
O Espírito Santo é o agente responsável pelo novo nascimento, o nascimento espiritual, a regeneração do ser humano, a transformação deste em nova criatura feita à imagem e semelhança de Cristo, para tornar-se, como Ele, um filho de Deus (ver João 3.5; Tito 3.5). Em outras palavras, é o Espírito Santo quem inspira, aconselha, dirige e consola o cristão. É Ele quem deve operar em nós tanto o querer como o efetuar segundo a boa vontade de Deus (Filipenses 2.13).
Foi pela ação e inspiração do Espírito Santo que os profetas veterotestamentários falaram e agiram, revelando aos homens a mensagem e a vontade de Deus, bem como é pela orientação do Espírito que a Igreja de Jesus age e anuncia o Evangelho.
O Espírito de Deus agia na vida dos crentes do Antigo Testamento e também age na vida dos cristãos nos dias de hoje. Mas de uma maneira mais plena, pois não está mais restrito apenas àqueles que presidem sobre outros, mas a todos que fazem parte do Corpo de Cristo.
Entretanto, existe uma diferença entre ser habitação do Espírito e ser cheio do Espírito. Depois da conversão, o coração passa a ser templo do Espírito. Só que este deve ser o Senhor de tudo, com plena liberdade para operar em nós para a glória de Deus. Ele deseja que vivamos de forma transbordante com a presença do Espírito Santo. Só assim conseguiremos testemunhar com autoridade as boas novas à humanidade e sermos vitoriosos sobre o pecado, o mundo e o diabo.
O Espírito Santo é o nosso combustível, o nosso guia, o nosso intercessor! Podemos ser prósperos financeiramente e ter todos os bens materiais desejáveis, mas se não nos enchermos da presença do Espírito de Deus seremos como um carro sem gasolina. Não funcionaremos e não cumpriremos os propósitos para os quais fomos chamados.
Além disso, devemos ser cheios do Espírito Santo: 1) porque um lugar vazio pode ser mal ocupado, trazendo morte e destruição; 2) porque precisamos de amadurecimento espiritual para atingir a estatura de Cristo; 3) porque só uma pessoa cheia do Espírito Santo é mais do que vencedora e estará apta a encontrar-se com Cristo, quando Ele vier buscar a Sua Igreja.
Em suma, encher-se do Espírito é o segredo da vitória em todos os aspectos da nossa vida. O Senhor deseja que Seus filhos sejam cheios do Espírito Santo agora mesmo. Se não estivermos preparados e revestidos de Seu poder, dificilmente desfrutaremos as bênçãos divinas na terra e, muito menos, no céu, ao lado do Pai por toda a eternidade.
Para alcançar este propósito, a primeira coisa a fazer é ter o desejo de ser cheio do Espírito Santo (Mateus 5.6); é querer ardentemente ter comunhão com Ele, ansiar em ser controlado e fortalecido por Deus. Você quer ser cheio do Espírito Santo? Então busque isso.

Estraido do site:www.silasmalafaia.com.br
A Deus toda a Honra e Glória.
Pr Silas Malafaia.