segunda-feira, 24 de agosto de 2009

VOCÊ TEM MEDO DO FUTURO?

Porque Deus não nos tem dado espírito de covardia, mas de poder, de amor e de moderação. 2 Timóteo 1:7.

O medo do futuro tem deixado muita gente espiritualmente deprimida. Por quê? Porque quase não há fim para os meios que esta condição, esta doença da alma pode nos atacar. O nosso adversário, o diabo, é sutil e pode até mesmo transformar-se num anjo de luz, e isso é verdade, mas é igualmente verdadeiro afirmar que ele é implacável em todas as suas ações. Satanás não se importa com que métodos emprega, desde que possa nos abater e desacreditar a obra de Deus, e ele não está preocupado em ser consistente. O diabo tem somente uma preocupação e um objetivo, e é o de trazer descrédito ao nome e à obra de Deus, especialmente, é claro, à grande obra de Deus em nossa redenção por meio de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. Quando Deus criou no princípio este mundo, Ele disse que: Viu Deus tudo quanto fizera, e eis que era muito bom. Gênesis 1:31a.

Deus estava satisfeito com tudo quanto tinha feito, pois Ele criou tudo perfeito. E foi por causa disso que o diabo, em sua inveja e malícia, determinou estragar e arruinar essa obra e concentrar seus esforços especialmente na obra suprema de Deus, que é a criação do homem. Satanás se concentrou na mulher e a enganou, e ela por sua vez enganou seu marido, e assim o homem caiu em transgressão. Alguém já disse que "o homem é uma criatura que Deus fez boa e que se estragou". A queda do homem foi em decorrência em desobedecer a Palavra de Deus, quando o Criador disse para não comer "do fruto da árvore do conhecimento do bem e do mal". Vamos ler Gênesis 3:6. Vendo a mulher que a árvore era boa para se comer, agradável aos olhos e árvore desejável para dar entendimento, tomou-lhe do fruto e comeu e deu também ao marido, e ele comeu.

Partindo deste ponto, vamos examinar o caso daqueles que estão sofrendo por causa do medo do futuro, eles temem o futuro. Qual é a origem do medo? O medo entrou no mundo quando Adão e Eva desobedeceram a Deus e caíram. De cada dez pessoas que nasce neste mundo, dez são possuidoras de medo, porque o medo está inerente a alma de todo ser humano. É por isso que todo pecador é um fujão de Deus. O homem foge de Deus, porque tem medo de Deus. E chamou o SENHOR Deus ao homem e lhe perguntou: Onde estás? Ele respondeu: Ouvi a tua voz no jardim, e, porque estava nu, tive medo, e me escondi. Gênesis 3:9-10.

Todos nós nascemos com medo e as vezes somos tomados pelo desespero. Somos completamente estragados e nossos caminhos por essência, tortuosos. É por isso que sofremos de uma doença chamada pânico. O medo se apossa do homem quando ele perde o controle das circunstancias. Um exemplo claro deste fato, foi quando Jesus Cristo disse aos discípulos que iriam passar para a outra margem. Os discípulos por não crerem na Palavra de Jesus tiveram medo. E eles eram pescadores profissionais, no entanto, tiveram medo e foram acordar Jesus: E ele, despertando, repreendeu o vento e disse ao mar: Acalma-te, emudece! O vento se aquietou, e fez-se grande bonança. Então, lhes disse: Por que sois assim tímidos?! Como é que não tendes fé? Marcos 4:39-40.

Quando não confiamos na Palavra de Deus o medo nos sobrevém e ficamos abatidos, como se ainda vivêssemos na esfera do homem natural. Por outro lado, não esquecemos que Paulo diz a Timóteo que quando cremos em nossa morte com Cristo, recebemos de Deus Pai o Seu Espírito de poder. E por causa disso, precisamos compreender que toda a nossa perspectiva de vida e do futuro deve ser essencialmente diferente. Precisamos pensar no sofrimento de forma diferente, e encarar todas as coisas de um modo novo. E a forma que devemos enfrentar isso tudo, é lembra-nos que o Espírito Santo está em nós. Irmãos, precisamos aprender a dizer que o que importa em qualquer uma dessas questões, não é o que é verdade a meu respeito, e sim o que é verdade a respeito dEle. Timóteo era fraco por natureza, o inimigo era poderoso, e a tarefa era grande. Mas Timóteo não devia pensar apenas em si mesmo, ou na situação em termos de si mesmo, "Porque Deus não nos deu o espírito de temor, mas de poder". Então queridos, não pensem em sua própria fraqueza; pensem no poder do Espírito de Deus. Efésios 3:20. Ora, àquele que é poderoso para fazer infinitamente mais do que tudo quanto pedimos ou pensamos, conforme o seu poder que opera em nós.

Tem muitas pessoas que tem um temperamento explosivo e são controladas por este gênio. Quando passamos pela cruz, o ponto vital é que devemos ser controlados pelo Espírito Santo. É uma tragédia quando o cristão permite que o seu temperamento o controle. O homem natural sempre é controlado por seu temperamento, ele não pode evitar isso, mas a diferença que a regeneração faz, é que agora há um controle superior até ao temperamento. No momento em que o Espírito Santo entra numa pessoa, Ele controla tudo, inclusive o temperamento, capacitando-a então a operar através do seu temperamento. Esse é o milagre da redenção. O temperamento permanece, porém não está mais no controle. O Espírito Santo está no controle. Pois todos os que são guiados pelo Espírito de Deus são filhos de Deus. Romanos 8:14.

Deus nos deu o Espírito de poder e não de temor. Devemos ir em frente, porque Ele estará conosco sempre. Você nem vai se conhecer; vai ficar assombrado consigo mesmo. E ainda que possa significar ter que enfrentar a morte, irá regozijar-se por ter sido considerado digno de sofrer vergonha a até mesmo à morte por seu glorioso nome. Irmãos, nos foi dado poder! Mas recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito Santo, e sereis minhas testemunhas. Atos 1:8a.

Observem o nosso texto base que após o espírito de poder o apóstolo coloca de amor. O que ele está querendo dizer? Por que amor? Certamente não é amor que esta pessoa tímida precisa! Aqui temos uma soberba migalha de psicologia, pois, no fim das contas, qual é a causa principal do espírito de temor? A resposta é "o Eu", auto-preocupação, auto-proteção, egoísmo. Vocês já perceberam que a essência deste problema é que estas pessoas medrosas realmente estão absorvidas demais em si mesmas. Estão constantemente voltadas para si mesmas, olhando para si mesmas e preocupadas consigo mesmas. Ninguém pode tratar com seu próprio "eu". Esse foi o erro fatal daqueles pobres homens que se tornaram monges e eremitas. Eles conseguiram se afastar do mundo e das outras pessoas, contudo não conseguiram se afastar de si mesmos.

A única maneira de livrar-nos de nós mesmos é crendo na operação da cruz, crucificando a nossa natureza egoísta. Quando ganhamos está experiência "o amor de Deus é derramado em nosso coração pelo seu Espírito" com isso podemos dizer que: No amor não existe medo; antes, o perfeito amor lança fora o medo. Ora, o medo produz tormento; logo, aquele que teme não é aperfeiçoado no amor. 1 João 4:18.

Graças a Deus o Espírito Santo torna isso possível. Recebemos o Espírito de poder, mas também de amor. Que significa isso? Significa amor a Deus, amor ao grande Deus que nos criou e nos recriou em Cristo Jesus, abrindo um caminho de redenção para nós miseráveis criaturas, que merecemos senão o inferno. Ele nos amou com um amor eterno. Jeremias 31:3. De longe se me deixou ver o SENHOR, dizendo: Com amor eterno eu te amei; por isso, com benignidade te atraí.

Falem consigo mesmos a respeito deste amor eterno, grandioso amor de Deus, o Deus que olhou para nós, apesar do nosso pecado, que planejou o caminho da redenção, e não poupou Seu próprio Filho, mas O entregou por todos nós. E então? Continuem pensando no amor do Filho, em sua extensão, comprimento, profundidade, altura; conheçam o amor de Cristo que excede todo o entendimento. Pensem nEle que desceu das cortes do céu e pôs de lado as insígnias da Sua glória, que nasceu como um bebe, trabalhou como carpinteiro, e suportou tais contradições dos pecadores contra Si mesmo. Pensem nEle, em cujo santo rosto homens cuspiam, colocaram uma coroa de espinhos em Sua cabeça, e vararam Suas mãos e pés com pregos. Ali está Jesus na cruz. O que Ele está fazendo ali? Ali Ele morreu por nós, para que pudéssemos ser perdoados e reconciliados com Deus. Irmãos pensem no Seu amor, e à medida que começarem a entender algo a respeito, vão se esquecer de si mesmos. E ele morreu por todos, para que os que vivem não vivam mais para si mesmos, mas para aquele que por eles morreu e ressuscitou. 2 Coríntios 5:15.

Quero concluir o nosso estudo contando uma história de uma jovem nos dias dos "Covenanters", os partidários da Escócia. Ela ia participar de um culto da Ceia do Senhor realizado pelo grupo num domingo à tarde, e, naturalmente, tais cultos eram absolutamente proibidos. Os soldados do rei da Inglaterra estavam à procura, em toda parte, as pessoas que iam se reunir para participar daquele culto da Ceia do Senhor, e quando essa jovem virou uma esquina, defrontou-se face a face com um grupo de soldados, e soube que estava encurralada. Por um momento ela imaginou o que deveria dizer, porém imediatamente ao ser interrogada, surpreendeu-se a si mesma, respondendo: "Meu irmão mais velho morreu, e vão ler Seu testamento esta tarde, e Ele deixou algo para mim, e quero ouvir a leitura do testamento". E permitiram que ela prosseguisse. É porque o Senhor sabe livrar da provação os piedosos e reservar, sob castigo, os injustos para o Dia de Juízo. 2 Pedro 2:9. Você tem medo do seu futuro? Se você morreu com Cristo, não há nada a temer. Ele nos livrou e nos livrará. 2 Timóteo 4:18. O Senhor me livrará também de toda obra maligna e me levará salvo para o seu reino celestial. A ele, glória pelos séculos dos séculos. Amém! Você não precisa temer o futuro, quando sabe que há esperança para ele. Há esperança para o teu futuro, diz o SENHOR, Jeremias 31:17.a. Amém.

http://www.elocristao.com.br/ecveart.aspx?idArtigo=1269/Claudio Morandi.
A DEUS,toda a Honra e Glória.

Um comentário:

Marcello de Oliveira disse...

Shalom!

Uma alegria conhecer seu blog.

Que o Eterno resplandeça o rosto Dele sobre ti!

Deixo Sl 16.11

Um abraço, Pr Marcelo


Visite: http://davarelohim.blogspot.com/

E veja o texto:

As duas águias e os três ramos