domingo, 3 de maio de 2009

OS PRINCIPAIS DESVIOS DA IGREJA

Nos registros de Atos dos Apóstolos vemos as principais falhas ou desvios que ocorreram na vida da Igreja, em virtude da contaminação proveniente de costumes, hábitos, filosofias e religiões que haviam nas cidades onde a Igreja ia sendo estabelecida.Veremos de maneira sumária os principais desvios da Igreja.Em primeiro lugar:encontramos a hipocrisia, a qual está relacionada com a ambição, tal como a experiência de Ananias e Safira,em At. 5:1-11.Em segundo lugar:encontramos as diferenças raciais, tal como a murmuração dos helenitas contra os hebreus,em At. 6:1-2.Em terceiro lugar encontramos as práticas legalistas, que foram introduzidas pelos crentes judeus que desejavam guardar os velhos costumes da lei previstos no Antigo Testamento, em At. 15:1-5.Em quarto lugar podemos ver também o comprometimento da Igreja com o judaísmo, sob a liderança do Apóstolo Tiago que provocou uma mistura na vida genuína da Igreja e danificou o testemunho de Cristo Jesus como a pura corporificação da graça de Deus, em At. 21:17-26.Em quinto lugar observamos também as preferências pessoais, tal como ocorreu com Barnabé, que se separou de Paulo por preferir levar seu primo Marcos para ter comunhão com as Igrejas. At. 15:35-41.Em sexto lugar, outro dos principais desvios da Igreja foi não seguirem a presente verdade, tal como ocorreu com Pedro que temeu os seus concidadãos judeus cristãos quando foi repreendido por Paulo por levar outros a dissimular sobre a verdadeira liberdade em Cristo Jesus o nosso Senhor, em Gl 2:11. e At. 15:35 E CHEGANDO PEDRO EM ANTIOQUIA,LHE RESISTI NA CARA,PORQUE ERA REPREENSÍVEL.Nas epístolas do Apóstolo Paulo encontramos também vários desvios da Igreja dos quais tiveram que ser corrigidos.Em primeiro lugar: Encontramos a busca dos gentios pelo conhecimento e a busca dos judeus pelos sinais ,vindo a afastar os crentes da cruz de Cristo Jesus, Cruz esta que anula totalmente o velho homem, conforme 1 Co 1:22 “porque os judeus pedem sinal ,e os gregos buscam sabedoria.”.Em segundo lugar vemos a falta de crescimento espiritual e a conseqüente atenção aos ventos de doutrina, que desviaram os crentes do ponto central da edificação os quais segundo as suas preferências enfatizavam ensinamentos particulares como : tradições, cultura, práticas religiosas, dons espirituais e comportamentos externos, é só vermos Rm 14:1-12 e Ef 4:13-15.Em terceiro lugar verificamos também as facções e as divisões provocadas pela falta de percepção do Plano de Deus e da falta de discernimento espiritual daquilo que é uma Peculiaridade e daquilo que é uma Generalidade na vida da Igreja do corpo de Cristo Jesus, é só vermos em 1 Tm 1:3-7, Rm 14:1-8,1Co 8:1-3, Rm 14:13-23.E na carta aos Corintios o Apóstolo Paulo nos mostra que as divisões demonstram a total falta de espiritualidade, 1 Co 3:1-9.Tenho compromisso de servir a homens e mulheres, servos de Deus, conscientes da necessidade de Restauração na vida da Igreja e que venhamos a retornar a pura Palavra de Deus a fim de Nela encontrarmos os princípios que regem a Igreja do Senhor Jesus.A Palavra de Deus nos diz que convém que haja divisões no meio do seu povo para que os que são sinceros se manifestem, e a palavra divisões no seu sentido no seu significado é Heresia que são várias formas de opiniões causando assim divisões, foi o que está registrado em 1 Co 11:9 ‘ e até importa que haja heresias, para que os que são sinceros se manifestem entre vós.”A história ao lado da santa Palavra do nosso Deus tem registrado em seu acervo, as lutas, os gemidos, as lágrimas e as agonias que homens e mulheres de Deus travaram e experimentaram em seu desejo de servi-Lo de acordo com seus mandamentos e não conforme as suas preferências.A história também tem registrado as divisões doutrinárias, o orgulho, o autoritarismo e as cisões que marcaram profundamente a Igreja nos séculos passados bem como no presente tempo.É tempo de voltarmos a boa agradável e perfeita vontade de Deus, deixando toda rivalidade, deixando toda inimizade, sabendo que o inimigo da Igreja , satanás, tem se utilizado da nossa inclinação carnal para anular os efeitos da poderosa UNANIMIDADE do Corpo de Cristo Jesus que pode expressar todo conhecimento e vida do nosso Deus.Graças ao Senhor que podemos ter sempre em mente que homens e mulheres fiéis ao Senhor estiveram em alerta, vigiando, tapando a brecha, pagando o preço, muitos totalmente ignorados más foram fiéis a visão celestial de permanecerem fiéis a Cristo Jesus sem se deixar contaminar.“É por isso que hoje podemos ver a Igreja do ponto de vista triunfante, do ponto de vista do perfeito ângulo divino, do perfeito ângulo de Deus, SEM MANCHA, SEM MÁCULA E SEM RUGA” Aleluia.Uma Igreja que deixou suas marcas nas cruzes do império romano, que deixou seu sangue nas garras dos leões famintos e nas lâminas das espadas flamejantes, que dormiram em cavernas e que sob o fogo da ira demoníaca pagaram um alto preço por sua Fé.Estou falando a cristãos que a princípio discernem perfeitamente o que é a Igreja, que tem se despojado de toda vida DENOMINACIONAL e de suas muitas práticas de seus sistemas e procuram caminhar na base da unidade da verdadeira Fé EVANGÉLICA.Como causa sofrimento os vários sistemas denominacionais que agindo sob a bandeira da fé em Deus. Agrupa, controla, manipula, decide e estabelece uma forma de governo não bíblica, com aparência bíblica com o propósito de satisfazer os desejos, interesses e preferências particulares ferindo o texto e o contexto bíblico e santo.O século vinte de 1900 a 2000 foi o século do poder profetizado pelo profeta Joel,com.o derramamento do Espírito Santo e o surgimento do mover pentecostal em todo o mundo. A verdade é que o que foi derramado sobre a Igreja foi para realmente faze-la ser Igreja, entretanto , não foi compreendida a graça de Deus , e transformou-se num terrível meio de aumentar o espírito denominacionalista especialmente entre os chamados pentecostais.O que Deus fez no Brasil apartir de 1911 foi um poderoso mover pentecostal, mover puro e sadio sem razões denominacionais, para uma verdadeira restauração da sua Igreja.Aquilo que hoje se conhece esta muito, mas muito distante do que criam os primeiros missionários . Eles pregavam uma volta a Palavra de Deus, eles pregavam uma dependência total de Deus em todas as áreas da vida, eles pregavam que todo crente deveria ter uma vida cheia do Espírito Santo, de terem reuniões nas suas casas, de se santificarem, de se separarem do mundo, de obter unção do Senhor para evangelização, reconhecendo que senão tivessem um espírito fervoroso não haveria verdadeiras conversões e de procurarem com zelo os dons espirituais sem os quais as reuniões da Igreja estariam destituídas de poder e ineficazes, e mesmo que não utilizassem o nome tinham um discipulado intenso.Amados irmãos, a intenção do nosso Deus ao derramar do seu Espírito nos vários grupos denominacionais não era de formar novas denominações, mas o de preparar a sua Igreja, a Igreja do Senhor Jesus Cristo como uma noiva para o seu marido.Quando Deus começou em 1911 a se mover soberanamente no meio dos seus filhos aqui no Brasil, no meio dos batistas, dos metodistas, dos presbiterianos dos congregacionais e outros grupos não tinha intenção de que houvessem agora novas denominações.No decorrer dos anos 60, cada um destes grupos, criou suas regras de fé, seus costumes, seus estatutos, suas convenções e formou-se em todo o Pais novas estruturas, agora mais fortes e mais rígidas do que as que haviam anteriormente.Milhares de novos locais de reuniões foram construídos e” aparentemente “a Igreja cresceu.Muintos” líderes”cristãos hoje estão prontinhos para desfraldar um nova bandeira, para criar um novo nome, arrolando membros e criando mais uma divisão no Corpo de Cristo Jesus.Amados, Deus o nosso Deus não esta interessado em denominações, mas interessado na verdadeira expressão da sua Igreja, na verdadeira expressão de seu filho Cristo Jesus .e é por isso que temos que cuidar para não cairmos nos mesmos erros dos irmãos do passado, que o Senhor abra os olhos do nosso coração para não cairmos nos mesmos erros do passado e que pela sua graça e misericórdia possamos deixar aos nossos filhos e a geração que nos sucederá a sua verdadeira ORTODOXIA DA IGREJA..A Igreja existe como um ato soberano do nosso Deus, foi Ele e não nós que nos fez povo Seu e ovelhas do Seu pasto.Como devemos ter um coração simples para vermos que todos os cristãos são um só corpo, um só pão, uma só fé com um só Senhor.Hoje temos a oração, temos o Espírito, temos a Palavra e temos a chave do operar do Senhor temos a UNANIMIDADE, em At. 1:14 nos diz “Todos perseveravam UNANIMES em oração”.A Palavra de Deus nos diz em Joel 2:32 “Todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo “,que é repetido em Atos dos Apóstolos 2:21, “e acontecerá que todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo.”O nome do Senhor Jesus na vida da Igreja tanto nos evangelhos, em atos e nas epistolas formam a base da unidade e da comunhão de todos os fiéis em cada localidade.Esta é uma grande verdade, Deus o nosso Deus coloca o seu nome na Igreja, em conseqüência a Igreja passa a ser o testemunho de Deus em cada localidade, o testemunho de Deus em cada cidade e é de RESPONSABILIDADE DA IGREJA honrar o nome que esta sobre ela.O Espírito Santo quer colocar em cada cidade o seu testemunho, tornando assim a Igreja o agente da soberania do nosso Deus.Na carta de Paulo aos Colossenses 3:11 nos diz que : “Não há mais escravo nem livre, não há mais pobre nem rico. Não há mais circuncisão ou incircuncisão,não há lei ou formalismo religioso. Não há bárbaro ou cita, não há distinção entre operário e doutor, letrado ou analfabeto. “ MAS CRISTO É TUDO EM TODOS “. ALELUIA !QUE GRANDE VISÃO.Por isso não há mais tempo para se brincar de Igreja.E em Colossenses 2:8-9 nos diz: ”cuidado que ninguém vos venha enredar com sua filosofia e vãs sutilezas, conforme a tradição dos homens, conforme o rudimento do mundo e não segundo Cristo; porquanto, Nele, habita, corporalmente, toda a plenitude da Divindade”.Amados irmãos não se deixem dominar, não se façam presas fáceis de homens que com suas astúcias enganem fraudulosamente, vamos a cada dia para as Escrituras, o Pai não nos deixou entregue a tamanha confusão como impera nos dias atuais.Se realmente desejarmos andar neste mundo de acordo com o propósito de Deus, devemos aprender que, por maior que seja a nossa inteligência natural, por mais que nossa mente tenha sido instruída, não podemos confiar em nossa inteligência, principalmente em meio à confusão reinante no cristianismo atual.Amados em face de tanta oposição a verdade temos de reconhecer nossa total incompetência e repetirmos em oração as palavras do Senhor Jesus: “SEM TI SENHOR NADA PODEREMOS FAZER “. Jo 15-5.Precisamos nos humilhar e convidarmos a operação do Espírito Santo de Deus entre nós e permitirmos que o senhor nosso Deus use a quem Ele quer usar para manifestar-se em nosso meio.Concluo este importante assunto para a vida da Igreja fazendo ainda uma pergunta, Para onde vamos como Igrejas no Rio Grande do sul? Para onde vamos como Igrejas no Brasil? Que o Senhor abra os nossos olhos para não praticarmos os mesmos erros do passado, mas que venhamos preparar uma geração livre do espírito Denominacional, Faccioso, Carnal, Mundano e Diabólico.
A Deus toda a Honra e Glória.

Nenhum comentário: