segunda-feira, 24 de novembro de 2008

SUBIR AO TOPO OU DESCER DE LÁ?

"O fruto do justo é árvore de vida; e o que ganha almas sábio é" (Provérbios 11:30).

Certo dia, em uma reunião dirigida pelo evangelista Moody, um homem se levantou para contar sua experiência com Deus. "Eu tenho estado por cinco anos no Monte da Transfiguração." "E quantas almas você levou a Cristo no ano passado?" perguntou-lhe Moody, logo a seguir. "Eu não sei," respondeu o homem com surpresa. "Você levou pelo menos um?" insistiu Moody. "Eu não sei se levei ou não," respondeu o homem. "Bem, disse Moody, esse tipo de experiência no alto do monte não tem valor algum. Quando um homem se coloca em posição tão elevada que não consegue descer e salvar os pobres perdidos, alguma coisa está errada."

Qual tem sido o nosso propósito principal na obra de Deus? Qual o alvo de nossa busca maior? Temos nos apresentado a Cristo oferecendo a vida para servi-lo e engrandecer o Seu nome ou almejamos alcançar um lugar cada vez mais alto para que sejamos vistos e reconhecidos como cristãos ativos e consagrados? Sonhamos com uma posição mais alta ou com o lugar que o senhor nos quer colocar, mesmo que seja o mais baixo, humilde e aparentemente sem importância?

Muitas vezes nos empenhamos tanto em mostrar nossa capacidade de atingir metas e vencer desafios que esquecemos de procurar saber se é isso mesmo que Deus quer de nós. Uma grande conquista fora da vontade de Deus pode representar um grande fracasso espiritual. A maior vitória que um cristão pode alcançar é aquela obtida em obediência à vontade do Senhor.

Achamos que somos vencedores quando ultrapassamos obstáculos e atingimos o pico de nossas realizações, mas, talvez, a grande conquista esteja exatamente em fazer o caminho inverso. Afinal, os perdidos quase sempre não estão no ponto mais alto de nossa caminhada.

Deus deseja que sejamos sábios e a maior sabedoria consiste em ganhar almas para Jesus Cristo.





Referência: Paulo Roberto Barbosa, Email: tprobert@terra.com.br
A DEUS toda a Glória.

Nenhum comentário: