sexta-feira, 31 de outubro de 2008

CONSAGRANDO-NOS A DEUS.

Consagrando-nos a Deus
Christian Chen
Publicação: 21/08/2007
"Deus vai nos transformar em um vidro transparente"
td{FONT-FAMILY:verdana, arial;color:#525252;FONT-size:12PX;}
A Verdadeira Consagração
Deixe-me fazer uma pergunta: tudo o que se reduz a cinzas não tem mais utilidades? Aos olhos dos homens é um desperdício, mas a Bíblia diz que o doce aroma dessa consagração sobre ao céu, e Deus sente o aroma dessa oferta queimada. Para o mundo é um grande disperdício. Somente Deus sente o aroma dessa maravilhosa consagração.Consagração significa ser trabalhado por Deus. Consagração não é trabalhar para Deus. Consagração não é ir para o Amazonas pregar o evangelho. Consagração significa ser trabalhado por Deus. Somente depois que somos trabalhados por Deus podemos verdadeiramente trabalhar para Deus. Depois de Deus haver operado em nós já não somos mais um “boi vivo”, fomos reduzidos a cinzas. Somos transformados a nada, assim poderemos ser enviados para o Amazonas. Hoje vemos muitos “bois vivos” indo para o Amazonas – damos graças a Deus por eles – pois já que muitos estão indo, nossa consciência não nos incomoda. Mas esse não é o caminho de Deus. Isso não é consagração. O significado de consagração não é trabalhar para Deus. Antes de podermos trabalhar para Ele, nós mesmos precisamos ser trabalhados por Deus, precisamos ser transformados.Que transformação é essa que acontecer no altar? A transformação no altar é apenas uma: aos olhos das pessoas, somos reduzidos a zero. Antes éramos úteis para o mundo. Agora já não temos utilidade alguma para ele. Com relação ao mundo, estou crucificado. Com relação a mim mesmo, o mundo está crucificado, não há qualquer esperança em mim. Isso é consagração!Então irão dizer: “Mas que desperdício! Por que você resolveu fazer isso? Você poderia ser um grande diretor da IBM, General Motors ou da Volkswagen. Mas agora você se consagrou ao Senhor. Que desperdício!”Foi exatamente isso o que os discípulos de Jesus disseram: “Mas que desperdício! Por que foi derramado esse óleo de alabastro sobre Jesus?” Dentre aqueles discípulos estava Judas. Judas nunca chamou Jesus de Senhor. Já observou que durante toda a vida de Judas, ele sempre chamava o Senhor de Rabi? Ele nunca chamou o Senhor Jesus de Senhor. Judas quis dizer: “Ah, não derrame óleo sobre a cabeça dele dEle – é um desperdício!” ainda que alguém derramasse água sobre a cabeça de Jesus, Judas diria que era um desperdício.Se conhecermos a preciosidade do nosso Senhor, nunca será um sacrifício consagrar-nos a Ele. É a nossa honra, sermos reduzidos a cinzas será a nossa honra. As pessoas não vêem, mas Deus sente esse aroma suave. Que coisa maravilhosa! Você está disposto a ser reduzido a cinza? Poderá dizer: “mas não terei utilidade algumas, serei uma pessoa inútil”. Não, de forma alguma! Lembre-se que nós também somos pó, areia. Não somos nada mais do que barro. Não temos nada a oferecer ao Senhor. Mas, de alguma forma, esse sacrifício está agora sobre o altar – fomos reduzidos a cinzas.
Os vasos transparentes
Somente Deus pode usar a cinza, Ele sabe como usá-la. Somos simplesmente barro, simplesmente areia. Mas agora estamos no altar, fomos reduzidos à cinzas. Todavia, quando se mistura areia e cinza e depois coloca-se fogo nessa mistura, qual é o resultado? O resultado é o vidro. Da mistura do barro com a cinza surge um material transparente.Na nova Jerusalém tudo é transparente e a Bíblia diz que em frente ao trono há um mar de vidro – uma linda água marinha. Você já viu uma água marinha? Se visitar Minas Gerais, procure ver uma água marinha. Aquela pequena pedra preciosa é como o mar. No Brasil não se encontram grandes rochas de água marinha, mas, diante do trono de Deus sim! Diante de seu trono nada é opaco, tudo é transparente.Hoje não entendemos muitas das coisas que nos estão acontecendo. Perguntamos: “Mas por que eu? Por que isso está acontecendo comigo?” você não entende. Muitas vezes a vontade de Deus é bastante opaca para nós, mas quando chegarmos diante do trono de Deus tudo é transparente. Naquele momento conheceremos e entenderemos a vontade de Deus. “Oh, felizmente Deus nos fez sofrer daquela forma para que sofrimentos maiores pudessem ser evitados. Deus nunca cometeu um erro em nossa vida”.Hoje reclamamos muito, nos queixamos tanto porque nada é transparente para nós. Estamos às escuras, não conhecemos a vontade de Deus. Choramos, derramamos lágrimas, lágrimas de autopiedade. Mas tudo o que Deus tem feito conosco é sempre com o melhor propósito. É a nossa glória. Mas como nós sabemos disto? Quando chegarmos no Trono de Deus, tudo vai estar claro. Se estamos debaixo do senhorio de Cristo, vamos descobrir que, diante do Trono de Deus, há um mar de vidro. Tudo é transparente.Entende agora de que maneira a vontade de Deus pode ser transparente para nós? Significa que precisamos da obra de transformação. Com Deus, da mistura de cinzas e areia, surge algo transparente. É dessa forma que obtemos o vidro. Sempre que olhar para um pedaço de vidro, lembre-se de onde veio; uma parte é barro, outra parte é cinza.Queremos conhecer a vontade de Deus, no entanto, apresentamos somente o barro, não temos nenhuma cinza no altar. Queremos ser vidro transparente, mas sem cinza é impossível. Esse é o caminho da cruz. Passamos por essa transformação com um único propósito: para que essa mesma vontade se torne agradável e doce para nós; para que a vontade de Deus seja aceitável, não somente tolerável. Para algumas pessoas, às vezes, a vontade de Deus é tolerável. Mas a Bíblia diz que a vontade de Deus é agradável e perfeita.Somente pela obra da cruz em nossas vidas as pessoas poderão ver a beleza que há dentro de nós. Paulo disse: Nós temos esse tesouro em vaso de barro. Você pode ver o tesouro em um vaso de barro? Não, só pode ver o vaso de barro, um vaso de barro é muito opaco. Como esse vaso pode se tornar transparente? Apresente sua vida a Deus e deixe o Senhor transformá-la em cinzas. Então, misturando as cinzas com o barro, Deus vai nos transformar em um vidro transparente. A partir daí as pessoas começam a ver a beleza, começam a ver o tesouro que está em nós. Essa é a maravilhosa obra de Deus em nossa vida. Vamos louvar ao Senhor por isso.
Parte retirada do capitulo 4 do Livro “Pedras Preciosas" da Editora Tesouro Aberto

Nenhum comentário: